11/04/17

Uma bagagem que nos pesa




Sozinha, no sofá, pensas... Pensas nos caminhos que te trouxeram até aqui! Pensas nas escolhas que fizeste. Recordas sorrisos e lágrimas...
Percebes que a tua mala já não é pequena. Percebes que já muitas se juntaram e que neste momento não as consegues levantar sozinha.
Tens uma bagagem do tamanho da tua idade. Do tamanho das tuas vivencias...
Uma nova mala nas tuas mãos... é cor de rosa e enorme. Começas a colocar vestes do presente mas teimas em lembrar o que existe nas outras, quase como se quisesses ter a certeza que essas peças já não te servem, mas enquanto fazes isso, as novas vestes esperam por ti e quando parares para as olhar podem já não ter tanta importância, correndo o risco de serem apenas bagagem...

Todos nós carregamos uma bagagem. Umas mais pesadas que outras, mas todas elas simbólicas e representativas de quem somos.
São a personificação de vivencias passadas, de pessoas, de escolhas, de caminhos...
São passado.
Guarda as aprendizagens e começa a colorir a tua nova mala, constrói a bagagem que hoje te faz sentido.

Não deixes de viver o agora com medo que volte a correr mal. Não vivas em função do que não foi...
Vive o agora!
Confia nas tuas novas vestes e segue de cabeça erguida. Confia nos sorrisos e nunca te esqueças que as coisas boas também acontecem hoje e sempre.

Se a bagagem te pesa... Não a tentes mover! Deixa-a ficar arrumadinha e usa apenas o que tens hoje ;)
Enquanto trazes memorias do passado, o presente vai passando e impede-te de construir um futuro!
A vida é sobre quem és e sobre quem queres ser e não sobre quem foste!


Um abraço,
Débora Água-Doce

SHARE:

Sem comentários

Enviar um comentário

© A Psicóloga que também é Blogger . All rights reserved.