29/12/17

Ano Novo...

No inicio do ano, fazem-se projectos e sonha-se com um futuro melhor. Um novo ano é sinónimo de resoluções e Janeiro representa a ideia de um reinício.

“Este ano vou deixar de fumar”. “Vou emagrecer”. “Vou inscrever-me no ginásio”. “Vou dedicar mais tempo à minha familia”.” Vou cuidar mais de mim”. “Vou fazer uma poupança”. “Vou fazer voluntariado”. “Vou adoptar um animal”. “Vou saltar de pára-quedas”...
São as principais resoluções de passagem de ano, motivadas pela necessidade de fugir à rotina, de querer sentir adrenalina por algo desconhecido e a esperança de que seja um ano risonho repleto de emoções!



Deixo-lhe algumas dicas para que os seus objectivos de ano novo se concretizem:
- Foque-se apenas em 2 ou 3 – Que objectivos podem introduzir alterações positivas na sua vida? Muitos projetos podem levar à dispersão, dificultando o enfoque de energia para o resultado final.
- Questione-se: Os meus objectivos são exequíveis? Ou demasiado ambiciosos? Se os objectivos forem desajustados aos recursos que dispõe, pode estar a entrar numa “ratoeira” que apenas conduzirá a frustração.
- Crie objectivos quantificáveis e concretos, estes garantem a manutenção da motivação e o alcance do sucesso.
- Estes objectivos, realmente são importantes para si? Existem motivos para os querer? São objectivos definidos por si ou formulados a partir do que os outros esperam de si? É muito difícil manter a motivação se não forem mesmo os seus objectivos.
- Elabore um plano para alcançar os seus objectivos, focando-se nas seguintes questões: O que preciso? Que contactos podem ser úteis? Quais são as pessoas que me poderão auxiliar?
- Se possível, divida o seu plano em etapas mais pequenas. É mais fácil cumprir pequenos passos e ir sentido pequenas vitórias, atribua a si mesmo uma pequena recompensa por cada fase que conseguir atingir, é alimento para a sua motivação. Estabeleça metas! Escolha datas para obtenção de resultados, sem datas atribuídas para cada pequena fase do seu plano, o ano acabará por passar e nada será alcançado…
- Comprometa-se consigo próprio – Faça um “contrato”! É importante que o seu plano exista em concreto, de outra forma corre o risco de com o tempo acabar por se esquecer daquilo a que se tinha proposto. Escreva-o e mantenha-o por perto, este exercício, aumenta o seu grau de compromisso.

E se mesmo assim não conseguir?
Não desista!
Reveja os seus objectivos. Eram realmente importantes para si?




- Débora Água-Doce -
SHARE:

12/12/17

Balanço...



Esta é uma época que nos remete ao balanço dos últimos tempos. Uma época em que refletimos sobre as nossas escolhas e sobre as suas consequências.
É uma época em que penso muito. Pensar, que está sempre comigo ao longo de todos os dias do ano, mas nesta fase final, torna-se mais constante e mais interpretativo.
Analiso em detalhe cada lágrima e cada sorriso... Cada duvida e cada certeza.
Balanço...
O pensamento faz-me balançar e agitar tudo dentro de mim.
[Suspiro] há um novo ano à minha espera, há novos sorrisos e novas lágrimas. Mas haverá sempre esta vontade bonita de querer viver e ser feliz! 
Que seja o que a vida [e eu] quiser!


Um abraço,
Débora



SHARE:

20/10/17

Quando a oportunidade está no obstáculo




“No seio de uma montanha vivia um jardineiro. Ia todos os dias até ao riacho que corria através do vale e enchia dois potes de barro com água para o seu jardim.
Com os potes cheios e equilibrados nas extremidades de uma vara de madeira, conseguia transportá-los pelo caminho íngreme que conduzia ao seu jardim, na encosta da colina. Era um trabalho árduo, mas o homem tinha muito prazer em cuidar do seu jardim. Num quente dia de verão, a meio caminho, decidiu descansar. Quando pousou os potes, uma pequena pedra no solo fez um furo num deles.

Alguns meses mais tarde, enquanto o jardineiro dormitava junto do riacho, o pote sem furo disse para o outro:
- Não serves para nada.
O pote com furo respondeu:
- Que queres dizer com isso?
- Tens um furo. Todos os dias, o teu dono trabalha arduamente para levar água para o seu jardim, mas, quando lá chegamos, a maior parte da tua água já verteu.
Quando ouviu isto, o pote com furo ficou triste.

No dia seguinte, o pote contou ao jardineiro como se sentia.
- Diz-me, meu amigo, porque estás tão triste? – questionou o jardineiro
- Todos os dias me enches de água e trabalhas severamente para subir a montanha, mas quando chegamos ao jardim, a maior parte da água já verteu.
- isso é verdade. Tens um furo. Mas sabes o que isso quer dizer?
- Quer dizer que não sirvo para nada. Já não consigo cumprir a minha tarefa, que é transportar a água – referiu o pote sentindo-se ainda mais triste.
- Já olhaste para o caminho que subimos para chegar ao jardim? Graças a ti, a berma do caminho está cheia de flores. Quando percebi que tinhas um furo, comecei a plantar sementes ao longo do percurso. Agora, o caminho está decorado com bonitas flores e as abelhas vêm colher o pólen dessas flores.Como vês, não és nada inútil.” 
Prem Rawat


Esta mensagem é para ti que te lamentas das dificuldades que a vida te tem colocado no caminho... É para ti que não acreditas na possibilidade de acontecerem coisas boas.
Este pequeno exemplo, pretende clarificar a tua mente, mostrando-te que em qualquer adversidade ou contratempo, existe sempre um lado positivo e que só depende de ti agarrar essa oportunidade!
Aceita a tua [im]perfeição e cuida das tuas [in]capacidades, que é como quem diz, vê o lado positivo de teres construído um jardim no caminho por existir um buraco no pote.



Débora Água-Doce
SHARE:

27/09/17




Hoje é um bom dia [hoje e sempre] para fazer o bem!
Olha à tua volta e faz algo por ti, por alguém, faz algo com intenção, Amor.
Não esperes nada em troca. Faz pelo prazer de receberes um sorriso ou apenas um acenar de cabeça, ou mesmo nada.
No final do dia sentirás dentro de ti a recompensa.
A vida não é uma competição. Não pode ser.
A vida é uma partilha, onde todos juntos alcançamos mais.
Aqui, "debaixo do céu", somos todos iguais na busca da felicidade, do Amor...

Cuida de ti, do mundo onde vives!
Somos parte do mundo, não somos o mundo.


Débora Água-Doce

SHARE:

20/09/17

Que o medo não te impeça de Sonhar



O medo...
Aquele que aparece em qualquer momento sem pedir licença e nos impede muitas vezes de avançar!
O medo... Rouba-nos o brilho do olhar e ofusca-nos a capacidade de Sonhar.
Mas sabes?
Tu és mais forte que ele!
Ouve a tua voz interior que te diz “vais conseguir”!
Mesmo que continues a ouvir aquela vozinha que te diz baixinho “não consegues”, ignora-a e vai!
Se ultrapassares essa barreira, muitas outras serão transponíveis!
Tens medo? Eu também!
Mas vai... Eu também vou!
Se cair? Levanto-me!
Tu? Tu também!
Acredito em ti! Acredita tu também.



- Débora Água-Doce -
SHARE:
© A Psicóloga que também é Blogger . All rights reserved.