28/11/16

O Facebook que nos separa...



Hoje todos têm um facebook, hoje todos querem mostrar que são fixes e que têm uma página onde publicam a sua vida!
Hoje todos querem ser importantes para o mundo. Hoje todos procuram o elogio e o reconhecimento do outro.
Hoje vivemos na tentativa constante de ser melhor que alguém.
Até a avozinha já tem facebook... É a realidade!

SHARE:

09/11/16

Este não é um texto sobre política, é sobre pessoas!!!


Este não é um texto sobre política, este é um texto sobre pessoas. Sobre o mundo em que todos vivemos.

Eram 07h00 quando o meu despertador tocou... Num ápice levantei-me e acedi à internet, queria saber o resultado das eleições e: “Donald Trump é o novo Presidente dos EUA”!
Desliguei e fui fazer a minha aula de yoga. Não pensei mais nisso. No regresso para casa começou a chover, estava de phones a ouvir a minha música e a sentir a chuva a acariciar-me o rosto, sorri e vivi aquele momento com alegria. Foi o mindfulness do dia que não tinha conseguido alcançar na hora anterior de aula. Os bons momentos da vida são os mais simples.
Cheguei a casa, bem disposta e pronta para mais um dia de trabalho bom. Cheguei ao consultório e antes da primeira consulta, liguei o computador... Inevitavelmente qualquer página que abra hoje relembra-me a importância desta eleição. Inevitavelmente penso sobre isso e inevitavelmente sinto necessidade de vos escrever.
Esta escolha dos Americanos não é pelo Trump, é pelo mundo do consumismo onde estão inseridos.
As pessoas estão cada vez mais importadas com o TER e não com o SER e esta eleição é o espelho desta realidade Mundial!!!

Vivemos na Era do TER!!! Na Era do individualismo, na Era onde o “nosso umbigo” é o centro do mundo.
A nossa sociedade está cada vez mais alienada e desumanizada. Por todo lado nascem novos edifícios, por todo o lado existem carros que ocupam o espaço onde antes caminhávamos livremente pela rua.
As árvores dão lugar a projetos com potencial financeiro, os animais dão a pele pelas marcas de luxo que vais usar.
Importa-te ter os melhores gadgets, das marcas mais populares. Importa-te tirar aquela fotografia espetacular que te trará uma centena de aprovações, mas no fim... Vives num mundo onde o trabalho, os computadores, as televisões, a evolução económica, te prendem ao sofá e não te deixam sair e conviver com outras pessoas. Vives inundado  pela exclusão social e pela individualidade acentuada. Pela necessidade de TER como forma de preencher o teu vazio interno.

Como vos disse no inicio, este não é um texto sobre política, este é um texto sobre pessoas. Sobre o mundo em que todos vivemos.
Não existe em ti a capacidade de mudar o mundo, nem alterar esta eleição, mas existe em ti a possibilidade de mudar o teu mundo e de melhorar o mundo de alguém.
Assegura-te de que não te estás a isolar do mundo, trocando o amor pelo próximo e o valor de uma comunidade, pela exclusão social e a individualidade acentuada.
Assegura-te de que não vives na luta da competição do Ter!!! De que te serve ter isto e aquilo se depois não usufruis das melhores coisas da vida, do que a Natureza te dá?
Apesar da crescente tendência que nos rodeia pelo egoísmo em detrimento da ajuda ao próximo, conhecido ou desconhecido, cabe-te a ti contrariá-la no teu dia a dia.

Dá mais de ti aos outros.
Dá mais de ti a ti e aprende a viver o momento.
Viaja!!! Viajar é o melhor investimento do teu dinheiro... Conhece pessoas, culturas. Cuida de ti, cuida dos outros.
Ao dares de ti aos outros vais sentir-te melhor contigo próprio, vais melhorar o dia dessa pessoa, nem que seja apenas naquele momento.
Existem coisas tão simples que podem fazer toda a diferença na vida de alguém, coisas como simplesmente sorrir para alguém na rua...

Pratica a compaixão! Ela é contagiosa.
O mundo resulta da relação de todos nós!

Confia: o mundo pode ser um sítio muito melhor.


Um abraço,

Débora Água-Doce
SHARE:

04/11/16

A vida é o que está a acontecer agora!




SHARE:

02/11/16

Querido Novembro





Este será um mês como os outros, embora mais frio...
Será um mês que contará histórias de amor. De amor [im]perfeito.
De pessoas [im]perfeitas com sorrisos de fé!
Novembro é mês de castanhas e mantinhas no sofá :) [também acontecem coisas boas nos meses frios].
Votos de um mês “quentinho” e bom 

SHARE:
© A Psicóloga que também é Blogger . All rights reserved.