27/07/16

Dra. o que faço para ganhar autoestima?




É incrível o número de pessoas que sofrem de baixa autoestima...
É difícil amar-nos a nós próprios. Consideramos ter imensos “defeitos” (é assim que lhes chamamos “tenho defeitos”) e pensamos ser impossível amar-nos como somos.
Colocamos condições para nos amarmos e quando estamos em relação, condicionamos também o nosso sentimento pelo outro que nos completa.
Certamente já ouviu a expressão “só poderás amar alguém quando aprenderes a amar-te a ti próprio”.
Então, qual é o segredo para amar-se a si mesmo?
O mais importante para apaixonar-se por si, talvez seja parar de criticar-se! Muitas vezes temos tendência para criticar-nos, pintamos o pior cenário possível sobre nós próprios, chegando a boicotar projectos e situações. Quando aceitamos que estamos bem, independentemente da situação é mais fácil começar a mudar.
É extremamente importante validar a nossa auto-estima e acreditar em nós próprios. Quando não acreditamos em nós, quando não nos aceitamos, tendemos a sentir-nos ainda mais inseguros.
Ser inseguro é algo próprio do Ser Humano, certamente, mesmo que se considere uma pessoa segura, em algum momento da sua vida sentiu-se inseguro.
Procuramos uma perfeição que não existe e a busca dessa perfeição bloqueia-nos, impede- nos de viver!
O segredo está em descobrirmos o nosso “eu”, a nossa individualidade, o que nos caracteriza, o que nos distingue dos outros.
É urgente pararmos com os pensamentos negativos!
Tendemos a gerar pensamentos que potenciam um desconforto maior sobre algo menos positivo que aconteceu, é como se fizéssemos com que as coisas parecessem piores do que na realidade são. É angustiante viver assim...
Por exemplo: no trabalho, o chefe faz um reparo sobre alguma situação e automaticamente surge o pensamento “estou prestes a ser despedido”...”que vai ser da minha vida?”.
Muitas vezes levamos estes pensamentos negativos para a cama e nem à noite temos “paz”, não conseguimos dormir com tantas preocupações... Vivemos dominados pelo medo.
Uma forma de contrariar o pensamento negativo consiste em focar o pensamento em outra coisa. Por exemplo: quando surgir um pensamento negativo que teima em permanecer, comece por concentrar-se na respiração e logo depois foque-se numa imagem que lhe agrada (um jardim, uma foto, uma paisagem, uma praia, qualquer imagem que lhe agrade).

Olhe para si com carinho.

Um abraço,

Débora
SHARE:

20/07/16

Aceita e vive...




Tudo acontece no momento certo, tudo tem um propósito de ser, dizem... Mas será?
Apenas sei que tudo o que acontece nos constrói ainda mais enquanto pessoa. Sejam acontecimentos alegres ou tristes... Aceita-os e encontra o teu equilíbrio. Um dia perceberás que tudo faz sentido!
Cada escolha tua terá uma consequência. Seja ela qual for, nunca percas a esperança e a fé de que tudo correrá pelo melhor. Recomeça as vezes que forem precisas, apenas estás proibida de... Desistir!!!
Faz acontecer!

Um abraço,

Débora Água-Doce
SHARE:

18/07/16

Cuida da tua mente




Tão importante como cuidar do teu corpo, é cuidar dos teus pensamentos, do teu coração e da forma como eles se misturam.
Cada vez mais ouves falar de meditação, dos seus benefícios e principalmente da  possibilidade de levar uma vida menos stressante.
Mas sabes realmente o que é?

Meditação [segundo a Wikipédia]
A meditação é uma prática que, através de um conjunto de técnicas, procura treinar a focalização da atenção. A sua origem é muito antiga, remontando às tradições orientas, especialmente ao yoga e ao budismo.
A palavra meditar tem origem no latim mederi, que significa “tratar, curar, dar atenção médica a”. O termo em páli utilizado para referir-se a meditação é bhavana, que significa 'cultivo'.

Para mim, de forma resumida, a meditação não é mais do que te permitires a viver o momento presente. A prestares atenção ao teu corpo e aceitares os teus pensamentos.
A sua prática diária ajudar-te-á a controlar melhor os teus impulsos pois devolve-te consciência; a ter mais clareza sobre ti própria, identificando o que sentes sem julgamentos de valor; a reduzir a ansiedade e a viver de forma mais tranquila e leve.

Começa hoje a dedicar 15 minutos de teu dia a ti:
- escolhe um local sossegado e uma hora que seja confortável para ti. Assegura-te de que nada nem ninguém te interrompe.
- começa apenas por dedicar 5 minutos à tomada de consciência da tua respiração, daqui a uns dias aumenta esse tempo até chegares aos 15/20 min diários.
- Inicialmente se sentires dificuldade em prestar atenção à tua respiração, podes optar por colocar uma música relaxante [experimenta a aplicação Calm].
- Senta-te de forma confortável sem mãos ou pernas cruzadas. Deixa fluir...
- Repara (mentalmente) no movimento da tua barriga enquanto respiras, pratica respiração abdominal e toma consciência das sensações no teu corpo.
- Aceita todos os pensamentos que teimam em surgir, é normal. Não os rejeites, são apenas pensamentos...
Com o praticar deste exercício começarás a perceber que cada vez mais te surgirão menos pensamentos e que conseguirás ter a atenção plena do momento presente.

Lanço-te este desafio: PRATICA MEDITAÇÃO DURANTE 15 DIAS SEGUIDOS E DEPOIS ESCREVE-ME A CONTAR COMO FOI A TUA EXPERIENCIA.

Um abraço,

Débora Água-Doce
SHARE:

14/07/16

Para ser Feliz é preciso deixar ir...




Somos constantemente exigidos a desempenhar vários papéis sociais [mãe, mulher, irmã, amiga, profissional, etc...] e somos constantemente exigentes connosco no desempenho dos mesmos.
Aprisionamo-nos em variáveis e pressupostos que consideramos serem necessários para atingir o reconhecimento dos outros, sim, porque consideramos que a felicidade reside no amor que nos é dado e na admiração que nos demonstram.
Mas será que é aí que reside a possibilidade de ser Feliz?
Ou será que depende da minha sinceridade com o meu Eu?
Sou honesta comigo nas minhas escolhas, ou correspondo à expectativa que acho que têm sobre mim?
Reflita um pouco sobre isto na sua vida...
A felicidade reside na coragem! Se formos suficientemente corajosos para olhar para o nosso interior, para nos aceitarmos, para nos melhorarmos, para sermos fiéis ao nosso coração, a magia acontece.
É preciso coragem para deixar para trás tudo aquilo que nos é habitual. Tudo aquilo que nos é familiar e reconfortante. Isto pode ser tudo, desde a casa até a velhos ressentimentos...
Se partirmos numa verdadeira viagem de busca interna, dispostos a aceitar tudo o que encontramos nesse caminho como pistas, integrando as ideias dos que connosco se vão cruzando, refletindo sobre os seus ensinamentos, aceitando o risco acima de tudo, de enfrentar e perdoar algumas realidades difíceis sobre nós, então a felicidade estará nas nossas mãos.
Deixe ir e... Seja feliz!

Um abraço,
Débora Água-Doce




SHARE:

13/07/16

O que fizeste hoje para ser feliz?




Sentada à minha frente, respira fundo e de olhos no chão, diz:
-“Tudo igual, nada aconteceu esta semana... Continuo sem motivos para sorrir”
Depois de um breve silencio, questiono:
-“O que tentou para que lhe surgisse a possibilidade de sorrir?”
Silencio absoluto.
Nada... Não tentou nada.
E os dias passam, os meses passam e a tristeza apodera-se dela, como uma âncora que segura um navio para que não seja levado pela corrente.

Não deixe a sua vida ser comandada por um sentimento que a incapacita.
O seu passado pode ter um peso enorme, mas viver sem olhar para a possibilidade de fazer um hoje diferente tem um peso ainda maior.
Há quanto tempo não repara num por do sol?
Há quanto tempo não se senta num banco de jardim a sentir a brisa e os raios de sol?
Há quanto tempo não faz alguma coisa por si?
Há quanto tempo não se permite cuidar de si?
Vamos acolher essa dor, aceitá-la e transformá-la na possibilidade de uma nova “vida”.  Não desista de sorrir. Insista na Felicidade!

E tu? O que fizeste hoje para ser Feliz?
Lembra-te que é um trabalho diário :)

Um abraço,

Débora Água-Doce
SHARE:
© A Psicóloga que também é Blogger . All rights reserved.