01/02/15

A “crise” chegou ao Amor?






Nos dias que correm, inevitavelmente, é-nos chamada a atenção para a “crise”, mas será que sabemos o que realmente significa a palavra “crise”?
A crise pode ser definida como uma fase de perdas, ou uma fase de substituições rápidas, em que se pode colocar em questão o equilíbrio estabelecido. Tornando-se, muito importante a atitude e o comportamento da pessoa face a momentos como este.
O desenvolvimento da crise pode ser maléfico ou benéfico, maléfico na medida em que a crise se agrava e provoca uma perda maior daquilo que esta em crise, ou benéfica no sentido em que se reestabelece o equilíbrio.

A crise... Poderá essa crise transpor-se para os sentimentos?
Olhando em redor, reparo que cada vez mais, as pessoas estão desiludidas com o Amor. No consultório chora-se por Amor e Desamor! Em cada olhar há um desencanto e uma descrença no amanhã.
Estará o Amor em crise?

O que aconteceu ao brilho no olhar, às borboletas na barriga, aos sonhos a dois?
O que aconteceu à magia de um relacionamento?
O que se passa com os casais?
Caminho na rua e vejo casais a discutir, caras tristes… Vou a um restaurante e vejo casais em silêncio, como se fossem dois estranhos… O que se perdeu?
Onde se extinguiu a essência do Amor?

Hoje em dia é cada vez mais frequente as pessoas se juntarem porque “dá jeito” ou é “mais barato”. Porque são colegas e acham que faz sentido… Porque já se conhecem há muito tempo… Apraz-me dizer que as relações são estabelecidas por conveniência/comodidade e quando, começam a dar muito trabalho, substituem-se.

Para este “mês do Amor”, Fevereiro (São Valentin), sugiro que repensemos as relações.
Pense no que é importante para si! O que o leva a estar com essa pessoa!
Sente saudade quando não está? Sente vontade de trocar palavras durante o dia? Anseia o momento do reencontro?
Sorri a dois? Sonha a dois? Imagina-se a envelhecer ao seu lado?
Olham juntos na mesma direção?

Repense a sua vida... É feliz? Continue a investir na relação!
Não é feliz? Porquê? Há solução? Tente! Não há? Repense!
O tempo passa e pode estar a impedir-se de viver a melhor fase da sua vida.

Que o AMOR não esteja em CRISE!


- Débora Água-Doce -

SHARE:

1 comentário

  1. Muitos de nós, não está sequer com quem devia estar...

    https://www.youtube.com/watch?v=0OmMIJEamqA#t=11

    Beijinho

    ResponderEliminar

© A Psicóloga que também é Blogger . All rights reserved.