14/02/14

Deixe a PAIXÃO ir e o AMOR nascer…



“Basta um segundo para se ter uma paixão por alguém, e basta um dia para gostar de alguém… Mas é necessária toda uma vida para amar alguém.”


Todos gostamos de estar apaixonados… É uma sensação mágica! Tudo nos parece perfeito! Nada nos incomoda… São extasiantes os dias passados a suspirar… As saudades… O cheiro… O toque… O sorriso… O olhar…
Lembra-se desta sensação?

“Estou tão apaixonada… Não consigo pensar em mais nada… Acordo a pensar em ti! Adormeço contigo no pensamento… Conto os minutos para te abraçar… Basta-me ficar a sentir a tua respiração… O tempo pára… Nada mais importa… Tantas borboletas...”

São emoções indiscritíveis… Sensações inigualáveis!
Tantas coisas em comum! Um sentimento tão forte… Tão lindo!
Mas… Será que vivemos em paixão para o resto da vida?
O que acontece quando as diferenças surgem?
O que fica quando a perfeição se transforma em imperfeição?
O que acontece quando o “O Conto de Fadas” não se concretiza?

Talvez lhe pareça estranho, mas o “Conto de Fadas” é muito importante! Os nossos primeiros conceitos sobre relações, amor e o “viveram felizes para sempre”, são fortemente influenciados pelas histórias que lemos e pelos filmes a que assistimos. É certo, que não estamos à espera do príncipe que aparece no cavalo branco, mas também é certo que sonhamos que uma certa dose de magia acompanhe o nosso amor! Algo semelhante ao que experienciamos na fase de enamoramento…

Quando o enamoramento passa, como fazemos? O que fica? Acabou?
“Sinto diferente”… “Quero sentir borboletas…”
Num relacionamento, após a fase da paixão, devemos ver a magia da vida em cada dia… A magia da partilha e a magia do cuidado com alguém…
Não nos devemos deixar levar pelas expectativas de um conto de fadas, onde a história é unicamente sobre a procura do amor e o resto da vida se resolve por si só.
Ame!!!
Ame, Mesmo…

“Enamora-se é amar as coincidências
E amar, enamorar-se das diferenças”



Débora Água-Doce





SHARE:

1 comentário

  1. Não existe melhor sensação que estar apaixonada.
    Busco isso todo dia!
    Adoro borboletas..rs

    ResponderEliminar

© A Psicóloga que também é Blogger . All rights reserved.