21/06/13

Sorte ou Paixão?




Muitas vezes ouço a expressão “tiveste sorte” ou “fulano x teve sorte”. Mas será que é sorte?
Será que nenhuma dessas pessoas lutou para atingir o seu sonho?
Hoje trago-vos uma história que poderá ser interpretada como sorte, como persistência, ou como as duas, depende da sua leitura…
É uma história real!

Tive sorte? Muitos dirão que sim… Muitos dizem-me que sim. Mas eu acredito que não foi sorte! Acredito na persistência, na capacidade de ir atras e nunca desistir dos nossos sonhos.
Fiz toda a faculdade como trabalhadora-estudante, de outra forma não teria tido oportunidade de a frequentar… Lembro-me dos dias difíceis, dos dias em que estava muito cansada e só me apetecia ir dormir mas tinha que estudar, lembro-me dos dias em que os meus colegas saíam e eu ía trabalhar… Lembro-me dos dias em que o cansaço me vencia e só me apetecia desistir, mas… O sonho era superior ao cansaço, muito superior! Conclui o curso! Sem desistências!
Findo este processo, chegou o momento do estágio… Todos à minha volta me diziam que era quase impossível conseguir trabalho como Psicóloga, “não tens cunhas nessa área, diziam-me”…
Enviei durante quase 2 anos currículos diariamente e nada… Cheguei por momentos a acreditar que era impossível! Um dia, decidi arriscar tudo! O meu emprego foi durante 3 meses procurar trabalho!!! Começava de manhã e terminava à hora de ir dormir, fazia horas extra ;)
Foram os 3 meses mais sufocantes da minha vida, nunca tinha estado sem trabalhar… Enviava uma média de 50 CV’s diários… Que loucura! Fazer cartas de apresentação adequadas a cada clínica, a cada instituição, a cada empresa… O desespero!
Um dia, início de Setembro, quando a esperança já teimava em fugir, recebi um telefonema a marcar uma entrevista para o dia seguinte. Será possível? Pensei.
No dia seguinte lá fui, com a esperança no olhar. A conversa corria muito bem, até me ser perguntado o porquê de eu querer tanto uma oportunidade e nesse momento eu dar por mim a deixar as lágrimas cair… A emoção de sentir uma oportunidade perto de mim era tão grande que não consegui evitar… “estou tramada”, senti. Saí de lá com a sensação de que tinha perdido uma oportunidade até porque se despediram de mim dizendo: “então pronto, se já não ligarmos, boa sorte para o futuro”!
No dia seguinte de manhã, fui acordada com um telefonema, era o Sr. que me tinha entrevistado a dizer que começava na 2ª feira… Não sei o que senti… No momento nem acreditei… Senti que a estrelinha estava lá para mim!
Foram 3 meses de procura de trabalho que mudaram a minha vida!!!
Na semana a seguir lá estava eu a dar os primeiros passos na carreira que tinha sonhado para mim. Era mágico! Lembro-me de como me empenhava… As noites que passava a fazer relatórios, a ler, a estudar… Eu queria mesmo ser merecedora daquela oportunidade!
Passados uns dias, recebi outro telefonema, de um Psicólogo que não podia dar-me emprego mas gostava muito de me poder ajudar de alguma forma. Lá fui ter com ele e tornou-se meu supervisor, só porque acreditava em mim.
E assim fui aprendendo e descobrindo a arte da capacidade de Sonhar!
Tive sorte? Tive, mas conquistei-a!
Não acredito muito na sorte! Acredito na persistência. Na capacidade de irmos atras dos sonhos, na resiliência! Acredito na capacidade de ultrapassarmos os obstáculos que se cruzam no nosso caminho. Na capacidade de ouvir um “não” e continuar à procura de um ”sim”. Acredito no mérito! Acredito na Paixão! Sinto que só se pode ser realmente bom a fazer o que quer que seja, se realmente colocarmos paixão naquilo que fazemos.
Não acredito que a nossa sorte está dependente dos outros! A sorte está em nós!!! A sorte está em lutar por aquilo que queremos.
Sei que muitas vezes é difícil e só apetece desistir, mas é importante não baixar os braços! É importante continuar a viagem!
Não desista dos seus sonhos e coloque paixão em tudo o que fizer… A Sorte vai aparecer!


Débora Água-Doce
SHARE:

2 comentários

  1. Mara Santos24/06/13, 02:59

    Parabéns pela partilha, pela força e paixão transmitida em cada palavra. Sei o quanto mereces ter o que tens, mas mais sorte tens na capacidade de sonhar e de seres quem és! Parabéns por seres uma vencedora e por lutares todos os dias por seres ainda melhor, e por fazeres acreditar com o teu testemunho, que é possível o SONHO ;)

    ResponderEliminar

© A Psicóloga que também é Blogger . All rights reserved.