24/04/13

Folha em Branco





“Conta a história que certo dia, um professor estava a vigiar um exame e em silencio os alunos tentavam responder às perguntas, com alguma ansiedade. Faltavam 15 minutos para terminar o tempo quando um aluno coloca o braço no ar e diz:
- Professor, pode dar-me uma folha em branco?
E justificou:
- Eu tentei responder às questões, rabisquei tudo, fiz uma confusão… Queria começar outra vez.
Apesar do pouco tempo que faltava, o professor deu-lhe a folha em branco e ficou a torcer por ele.
O aluno refez o exame e teve a nota máxima.”

O que é uma folha em branco, senão a vida de cada um de nós?
A folha em branco é sua!
Nascemos para escrever a nossa própria história e reescrevê-la quando é preciso! Todos nós temos a possibilidade de pedir uma folha em branco em qualquer momento e começar de novo!
Não se dê por vencido, pegue numa caneta e comece a dar forma à folha. Não há tempo a perder! Acredite ser possível fazer renascer a sua esperança e mudar a sua vida!
Poderá encontrar momentos em que sentirá que não vai conseguir. A tarefa que tem em mãos é enorme. Mas… Dia a dia mantenha o seu empenho e à medida que o tempo for passando, haverá algo em si que lhe dirá para continuar. Para persistir. Para acreditar!
Chegará então um dia em que olhará com maior detalhe para a sua folha em branco, como se procurasse secretamente um sinal do remate da sua história. E tal não será o seu espanto quando reparar que a folha já não está em branco. Mas não será tudo, o melhor virá a seguir…

Esta reflexão sobre a Folha em Branco, relembra-nos que devemos sempre lutar por aquilo em que acreditamos. Aconteça o que acontecer, há que manter a fé e a determinação. Devemos continuar sensíveis à sensibilidade que nos rodeia, mesmo quando a desilusão toma conta de nós e nenhum resultado vemos do nosso esforço. Seremos resilientes até ao ponto de pedir outra página em branco para transformar rabiscos em palavras de esperança e imagens sem sentido em sonhos concretizáveis.
E no final disto tudo, olharemos para trás e sentiremos que valeu a pena. Que nos tornámos mais e melhor. Que conseguimos preencher a folha em branco e torna-la numa nova folha, cheia de sonhos!
Arrisque!

Débora Água-Doce
SHARE:

Sem comentários

Enviar um comentário

© A Psicóloga que também é Blogger . All rights reserved.